Seja um Parceiro Portal do Parceiro Teste sua sorte!2ª Via de Boletos

SAÚDE E BEM-ESTAR

SAÚDE INDÍGENA

Descrição

O curso de Pós-graduação em Saúde Indígena busca estudar o processo saúde-doença da população indígena, implementando ações de promoção e manutenção da saúde, políticas públicas voltadas para a saúde indígena e fornecer ao profissional que irá trabalhar na área, o conhecimento acerca de novas culturas e outras concepções de mundo. O estudo deve ser feito dentro de uma perspectiva antropológica no sentido da compreensão e valorização das culturas e, sobretudo da indígena. Assim, o profissional que irá atuar junto à população indígena deverá possuir uma visão diferenciada em relação à sua atuação e postura no momento de atender o indígena, pois sua crença em relação ao poder curativo das plantas e do Pajé em momento algum pode ser desconsiderada, ao contrário, o profissional deverá atuar no sentido de valorizar e considerar esse conhecimento em função do objetivo maior que é a melhoria das condições de saúde e qualidade de vida do indígena frente às condições da realidade atual.

Ampliar os estudos sobre a saúde dos povos indígenas através de um curso de especialização (pós-graduação latu sensu) se justifica pelo fato registrado em um recente documento do Ministério da Saúde, intitulado Política Nacional de Atenção aos Povos Indígenas, que não somente explicita a condição de ausência de dados, como também aponta para a magnitude das desigualdades entre a saúde dos povos indígenas e de outros segmentos da sociedade nacional: “Não se dispõe de dados globais fidedignos sobre a situação de saúde... [dos povos indígenas], mas sim de dados parciais, gerados pela FUNAI, pela FUNASA e diversas organizações não governamentais ou ainda por missões religiosas que, por meio de projetos especiais, têm prestado serviço de atenção à saúde dos povos indígenas.

Embora precários, os dados disponíveis indicam, em diversas situações, taxas de morbidade e mortalidade três a quatro vezes maiores que aquelas encontradas na população brasileira geral. “O alto número de óbitos sem registro ou indexados sem causas definidas confirmam a pouca cobertura e baixa capacidade de resolução dos serviços disponíveis” (FUNASA 2002:10). Fica claro assim, a relevância dos estudos nessa área em busca de melhorias na formação dos profissionais que atuam na saúde e, sobretudo aos que atuam atendendo os povos indígenas.

 

Objetivo Geral

Diagnosticar problemas, programar e realizar atividades centradas nas inovações das práticas administrativas promovendo a qualidade da gestão.

 

Objetivos Específicos

a) Compreender a importância de se organizar e aplicar processos atuais de administração/gestão no que tange o desenvolvimento de ações que visem a qualidade das práticas administrativas.

b) Perceber a necessidade de aprofundar seus conhecimentos nas áreas de gestão, planejamento e administração participativa na escola.

 

Público Alvo 

O curso de Pós-graduação em Saúde Indígena, destina-se graduados em Pedagogia e profissionais licenciados na educação ou áreas afins.

 

Carga Horária

 N°

Disciplinas

Ch

07

Antropologia, Indígenas e a Saúde Pública

60 h

08

Abordagens Pedagógicas em Saúde Indígena

60 h

09

Epidemiologia Aplicada à Saúde Indígena

60 h

10

Intervenções Clínicas e Atendimento ao Indígena

60 h

11

Organização dos Serviços Públicos de Saúde Indígena

60 h

12

Botânica Aplicada à Saúde Indígena

50 h

13

Docência do Ensino Superior

50 h

14

Metodologia Científica

50 h

15

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

50 h

 

Carga Horária Total

500 h

Taxa de Matrícula
  • Valor R$ 300.00
Investimento
  • 1x R$ 2000.00
  • 6x R$ 333.00
  • 12x R$ 166.00
  • 18x R$ 111.00
Material
  • 1x R$ 500.00
  • 2x R$ 250.00
  • 3x R$ 166.00
  • 4x R$ 125.00
  • OnLine GRATUITO